Make your own free website on Tripod.com

La Sylphide

voltar

 

La Sylphide estreou em 1832 como um dos primeiros gritos de um movimento juvenil que lutava contra o sistema da época. Ele assustou os estabelecimentos de dança e foi visto como a voz de uma nova geração, que igualmente à técnica tinha um potente caráter expressional no que dizia respeito à angústia e à raiva.

 

La Sylphide introduziu o mundo da dança na Era Romântica, uma geração de artistas jovens que revolucionaram o ballet com seu desprezo à realidade e paixão pela ilusão.
Com a Revolução Francesa em 1789, o Estado do qual os bailarinos e artistas do Leste Europeu dependiam tanto desapareceu. E esta nova geração, respondendo à opressão e anonimato da Revolução Industrial, tiveram as cabeças voltadas à um mundo de sonhos, algum lugar oposto à desagradável realidade.
Foi o primeiro ballet a exprimir com sucesso a filosofia Romântica. Um herói prestes à viver feliz para sempre, que de repente joga tudo para o alto em busca da verdadeira felicidade - uma busca que se mostra improdutiva. James, um camponês escocês, está prestes a se casar com uma camponesa chamada Effie. Uma Sílfide se apaixona por James no dia de seu casamento. Ela se torna visível para ele, e ele também corresponde a seu amor, deixando sua noiva, parentes e os convidados do casamento para fugir com a Sílfide.
James, um simples mortal, percebe que é impossível mantê-la como uma mortal. Madge, uma bruxa, percebe a aflição de James e o oferece um lenço mágico que deve ser amarrado nos quadris na Sílfide. Ele diz que isto fará suas asas caírem e assim ela não poderá voar. A esperança de James ter a Sílfide como sua para sempre é destruído quando ela cai no chão, morta. As demais sílfides aparecem e a tomam. A Sílfide morre em seus braços enquanto James, triste, vê tudo. As sílfides a deixam no ar e a levam embora. De longe, James percebe que Effie está se casando com outro homem. Madge entra e confronta o raivoso James. Ele tenta assassiná-la, mas Madge o enfeitiça com um sopro e o mata. Madge alegra-se por sua vitória e então o ballet termina. Não é um costumeiro final feliz, mas foi este ballet que influenciou uma geração que mudou a cara da dança, com a criação de tanta coragem e belas ilusões.